Nossa história


Nossa história começa em 2011 na primeira favela do Brasil, a Providência.

Em busca de uma solução que viesse a melhorar sua auto estima, a fundadora e CEO do Instituto Entre o Céu e Favela encontrou, ainda jovem no teatro, sua resposta, e viu ali a chance de fazer com que crianças também tivessem acesso a auto estima através da arte.

Aliando duas grandes paixões, o teatro e a vontade de transformar vidas, Cíntia Sant´anna utilizou a inquietude e um olhar apaixonado por essa história que o morro carrega e iniciou um informativo mensal com notícias, serviços e um segmento para contar as histórias da comunidade.

Como uma evolução natural desse trabalho, em 2015, o pequeno jornal acompanhou a digitalização e se transformou em uma plataforma digital sempre focada em valorizar, unir e divulgar a cultura, arte e desenvolvimento social.

No ano seguinte, passamos a ter uma sede em parceria com a casa colaborativa Epicentral, firmando uma rede de apoio dentro da comunidade. Trabalhar em rede é algo que está em nosso DNA e em 2019 começamos a integrar a maior rede de apoio a favelas do Brasil: a rede Gerando Falcões.